Homenagens e Cartões

Total de visualizações de página

domingo, 24 de janeiro de 2016

Djalma Pinheiro- Confraternização final do Ano



Confraternização AVL

Amiga nada oculta Geilda,

Gostoso ter o prazer e honra de dizer que és minha amiga agora aqui “oculta”, mas que nada tem de oculta esta nossa grande amizade e não é de agora, pois ainda no EPA curtia e comentava alguns de meus humildes escritos o que me sentia muito honrado.


Amiga querida que esta nossa amizade se consolida cada vez mais e certamente isso ira acontecer, pois és este ser dócil e adorável de fácil e gostoso convívio rogo ao AMIGO MAIOR que lhe conserve assim e com a luz que ele te deu.

Que em 2016 tenhas tudo o que almejas, pois você faz por merecer.

Como não sei dar presentes te dou o castigo de ler um escrito meu especial para pessoas especiais como você.

Mulher menina

Quando uma mulher se torna uma menina,
Quando ela volta as suas lembranças,
Lembranças de ciranda, de pique, das bonecas,
Das brincadeiras maliciosas, como “pêra, uva ou maçã, nos piques esconde,
Mas o mais importante nestas lembranças, 
É a sensação que ela tem de estar rejuvenescendo,
A sensação de que o tempo em sua magnitude não a alcançou,
E sim rendeu-se a este ser maravilhoso,
Que hoje irradia amor, irradia felicidade, felicidade esta de se encontrar,
Encontra-se com o seu eu, consigo mesma,
Você mulher menina, encantadora e Senhora do seu destino,
Vá, corra, alce vôo, como menina ainda é.

Djalma Pinheiro
28/12/2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário