Total de visualizações de página

domingo, 24 de janeiro de 2016

EVENTO : APOGEU POÉTICO - MODERNO Tema : Esperança




EVENTO : APOGEU POÉTICO - MODERNO
Tema : Esperança
Patrono: Paulo Leminski
Acadêmica: Geilda Souza de Carvalho
Cadeira: 22


Enquanto houver um sopro de ar...
Em minha curta passagem pela vida,
Ampulheta querida, de um tempo.
Que permaneço na terra... Pequeno, findar-se-á!
Altiva e guerreira! Meu espírito sucumbirá.
Dos conselhos... Florestas em chama... Do homem que faz guerra!
Povo doente que morre em hospitais...
Adolescentes e crianças... Drogados...
Moradores de rua, sem comida, gente drogada!
Dos políticos... Corrupção! Da mulher maltratada
Sem teto, família... Sem nada! Crianças, fora, são jogadas...
Como ratos no lixo... Realiza-se a Esperança, sonho... Ou Pesadelo?
Dos políticos gananciosos que são notícias de jornais!
Talvez um dia... Escrevo em poesia! Realidade ou Utopia!
Exemplifico esperançosa, o futuro da criança...
No sopro do ar, ainda respiro. Uma geração melhor!
Esperança na areia do tempo, que cai de grão em grão...
No espaço perdido, sem amor... Irracional!
Do homem sem coração vai-se o tempo embora...
Ampulheta da Esperança... Torna-se fatal!

Geilda Souza de Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário