Total de visualizações de página

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Homenagem ao patrono da AVL - Antonio Aleixo Por Antonio C. Almeida










Patrono: Cora Coralina
Acadêmico : Antonio C Almeida
Cadeira : 21
Homenagem ao Patrono AVL : Antonio Aleixo.


QUANDO DELEITO

É angustia ou prazer, saber delinear o ser. Numa frase este enlace com tudo que perfaz viver. É em um canto que descubro o descoberto das passagens em aberto de quem foi para sempre estar presente.

Nesta sombra de árvore, num enlace com um Antonio que não sou eu, mas no momento sou este Aleixo que me chega e sempre volta como a tudo que esta em minha volta, numa citação de um passado tão presente.

Eis que vejo em mim Dom Quixote, como todos que brilham mirando o norte. Como este poeta que sonha desbravando as angustias na busca de esperança . Matando dragões que renascem. Ressuscitando paixões que sempre morrem, navegando nas águas das ilusões.

Quem sou eu se não mais um deslumbrado. Das palavras que carrego ao lado e que nos remove o cansaço, das penas sem pena de um mundo lacrado para os apaixonados.

Num livro ou folha estou solto ...
Nas frases do poeta não sou mais um louco ...
Pois descubro o encoberto ...
E das mais duras aflições estou liberto.

Antonio C Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário