Total de visualizações de página

segunda-feira, 23 de maio de 2016

APOGEU POÉTICO- MODERNO BY - Ana Lucia Mendes




Patronesse: Rachel de Querioz
Acadêmca: Ana Lucia Mendes
Cadeira: 26
APOGEU POÉTICO- MODERNO
Tema : Reflexão

O OUTONO DA FÊNIX

Cada um traz dentro de si ,
Uma fênix mesmo que tímida
Resiliência encarnada no tempo
Asas da ousadia que resiste em qualquer estação
Não teme o frio do inverno
Em labaredas se faz sol de verão
Traz em seu jardim secreto
As rubras rosas da paixão
Que sua eterna primavera contempla
E no outono em nada se apoquenta
Cada um traz dentro de si
Uma fênix mesmo que tímida
Que não teme os percalços do caminho
Em sua essência feminina
Destemida ...cumpre sua sina
E quando nos embates da vida
A guerreira mesmo que ferida
Ainda compõem
O fúnebre cantar em sua lira
Quando o chegado o devido tempo
Da subtração dos seus incandescentes elementos
Que se adicionam em sua transfiguração
Multiplicam-se sua resignação
Diante das incógnitas que povoam sua indignação
Convertendo-se em lentes para uma nova visão
Divide-se em combustão exausta em seu dilema
O caos jamais a desanima...em sua , vida tudo vale a pena
Cada um de nós traz dentro de si , uma fênix mesmo que tímida
Com ela cumprimos sempre a nossa sina
Ah , mas para a FÊNIX o outono é sempre bem vindo
Pois é nele que vivenciamos
As misericórdias do AMOR DIVINO !

ANA LUCIA MENDES DOS SANTOS SAMPAIO -CLARA FÊNIX

Nenhum comentário:

Postar um comentário