Homenagens e Cartões

Total de visualizações de página

segunda-feira, 23 de maio de 2016

APOGEU POÉTICO - MODERNO BY JOSÉ LEITE GUERRA





Patrono: Manoel de Barros
Acadêmico: José Leite Guerra
Cadeira: 05
APOGEU POÉTICO - MODERNO

Tema : Reflexão

poema místico
(José Leite Guerra)

sobe o rito do som meigo
na curva tranquila do sono
como estrada de algodão

as vias extensas, coloridas
adornadas com reflorescidas
intenções de paz e luz pacata

não há rosnar de desespero
ou lembrança opaca impede
a caminhada onírica mágica

e vai o pulsar de vida firme
levando a imensa sofreguidão
em alcançar longas e planas

virtudes que moram na alma
disfarçada em coração
caladas quais dimensões

de bosques verdes trançados
sem duendes, assombrações
habitado por suas árvores

não é difícil alcançá-las
no passo de quem voa alto
aos sons de harpas divinas

persistir no pouso certo
plano limite entre o eterno
e o tempo em que se vive

basta crer no impossível
deserto todo regado
pela luz de anjos alados

basta ter fé no intocável
invisível que é real
não vacilar no prodígio

rasgar os vãos pensares
suprir a fome e a sede
na fonte que jorra livre

e saber se eternizar
na verdade nua e cálida
não vinda de algum lugar

verdade que inabita
o ser do amor infinito
onde o sono acordará.
José Leite Guerra

Nenhum comentário:

Postar um comentário