Homenagens e Cartões

Total de visualizações de página

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Apogeu Poético : Moderno Tema : Destino **BY**Acadêmico : José Leite Guerra





Patrono : Manoel de Barros 
Acadêmico : José Leite Guerra 
Cadeira : 05 
Apogeu Poético
Modalidade : Moderno 
Tema : Destino 

O DESTINO
(José Leite Guerra)

O destino pode ser rota
Confusa para quem anda
Sobre o calcário de grota
Ou caminhada sem curso

O destino é impossível
De ser traçado em reta
Porque dá suas curvas
Atrasa ou se adianta

Intocável nos espanta
Com segredos de asceta
Chegada que encanta
Saída que traz saudade

O destino com a seta
Fincada no tempo avança
À frente ou se resguarda
O destino é ambulante

Não que por si possa
Nos fazer um errante
Ou eterno vencedor
E porque misterioso

Nos traz dias de repouso
Turbulências ou temor
Dias felizes de gozo
E momentos de dor

O destino está perto
Longe, a descoberto
Encantado no bronze
Ou no sorriso da flor.

José Leite Guerra 




Nenhum comentário:

Postar um comentário