Homenagens e Cartões

Total de visualizações de página

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Homenagem aos "Dias Das Mães"AVL Por:Acadêmico: Djalma Pinheiro.



Patrono: Vinicius de Moraes
Acadêmico: Djalma Pinheiro.
Cadeira : 13

Como faço todos os anos aqui vai uma humilde homenagem à você mulher, pois todas vocês parindo ou não são mães...


É a mãe....

Toda mulher já nasce com o instinto materno, de a um bebê do sexo feminino de a ela um carrinho e uma boneca, ela até pode brincar com o carrinho, mais ao pegar na boneca veras o carinho que ele terá....
Djalma Pinheiro.

Chega nesta época do ano eu fico assim tipo meio nostálgico, cheio de saudades, mesmo sendo este sentimento dúbio, é uma saudade diferente quase que gostosa, pois em minha cabeça me passa assim um belo filme. Só não é melhor por não poder estar com ela aqui me dando broncas ou me acalentando.

Quando embrião numa corrida sem fim
Em disputa com bilhões seu útero me guardou
Preferiu a mim.

Ai já era um começo de minha vida
Pois a despeito de muitos já vinha com minha alma
E meu destino determinado
A ser o que sou.

Tive nove meses dentro de ti conhecendo seu interior
Não o interior físico
Mas sim sua alma, seu eu
E assim me senti protegido.

Aprendi a ti amar
Um amor tão intenso
Que me fizeste ser forte
E confiante em tua proteção.

Que ao vir fisicamente a este mundo
Na primeira pancada, que é a tradicional palmada medica
Pensaram que chorei de dor
Nada disso...

Chorava de alegria ao ver pela primeira vez
Seu rosto angelical, seu rosto de guerreira
O rosto de meu caquinho de gente
Uma linda mulata
Que Sargentelli poderia ter melhor.

Quando bebê me ensinaste a andar
Quando menino me ensinaste caminhar entre o certo e o errado
Quando adolescente me ensinaste a respeitar e amar o próximo
E a lutar pelos nossos sonhos

Quando rapazola em minhas extrapolias e armações amorosas
Me ensinaste a respeitar este lindo ser mulher

Quando homem feito moldaste meu caráter
Para ser o que sou

Hoje aos sessenta e cinco anos
Mesmo ai no andar de cima
Continuas a me proteger e ensinar

Ensinar a amar e respeitar

Sua abença meu caquinho de gente
Te amo e te amarei eternamente...

*Esta é uma pequena homenagem deste humilde escritor a todas as mães deste mundo e as que estão no andar de cima.

PARABÉNS, não pelo dia, pois o dia de uma mãe e como falo não tem, pois cada milésimo de segundo que respiramos é seu dia, portanto ame e respeite a sua onde quer que esteja.

Djalma Pinheiro
Publicado em: www.djalmapinheiro.recantodasletras.com.br
Faceboock: gabinanacomerv@gmail.com
Blog: http://poesiaepapodebotequim.blogspot.com.br/
Comunidade: ttps://www.facebook.com/Papo-de-Botequim-com-poesias-MPB-478793652292942/

Nenhum comentário:

Postar um comentário