domingo, 18 de outubro de 2015

Aquele crocodilo velho



Homenagem ao Dia dos Professores

Patrono: Paulo Coelho
Acadêmico: Mauricio Duarte
Cadeira: 18


Aquele crocodilo velho

Parece um crocodilo, disseram os jovens, 
caçoando daquele velho homem.

Caem lágrimas daquele crocodilo velho
que se passa por homem na escola.

São lágrimas escuras, tão escuras quanto o
espaço sideral, o vácuo da

matéria escura que circunda os astros
no universo, universo que é

tão seu, pelo conhecimento e pelo tão
cândido compartilhar desse mesmo

conhecimento que faz todo dia com uma
tal fidalguia que poucos diriam

o que disseram dele sem uma ponta, uma
pontinha de arrependimento, já

que esse crocodilo velho não é um bicho;
é um professor, um mestre e nada

nada mesmo pode retribuir o bem que faz
aos alunos na sala de aula...

(Homenagem a todos os professores e professoras que são desrespeitados em sala de aula)

Mauricio Duarte (Divyam Anuragi)




Nenhum comentário:

Postar um comentário