Total de visualizações de página

segunda-feira, 10 de abril de 2017


É de extrema importância que se congratule e louve com glamour as atividades acadêmicas, o tempo dedicado e o amor com que todos tratam a nossa literatura e poesia. E por isso, nós da diretoria AVL conferimos-lhes nota 10 "com louvor". Um louvor de reconhecimento público do seu trabalho. Parabéns!.

Sy Moises




CORAGEM...
*


(Soneto em verso hendecassilábico)
*
Coragem? Que é dela se, manipulada,
Me sinto sondada, moldada, invadida
No que à minha vida concerne e, num nada,
Me vejo humilhada, presa e sem saída?
*

Calo a voz dorida, e assim, controlada,
Em vez de indomada carne aberta em f`rida,
Desisto, vencida qual chama apagada,
Da que foi gerada nos pastos da vida...
*

Esta, de sumida, soa-me abafada,
Ou desafinada e é triste e vencida
Que mal é ouvida quando amordaçada
*

Por mão precavida. Solto-a sussurrada,
Em vez de, exaltada, protestar esvaída
Na força incontida que me foi roubada...
*

Maria João Brito de Sousa

Nenhum comentário:

Postar um comentário