Homenagens e Cartões

Total de visualizações de página

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Meu Patrono Visto Por Mim " Antônio C.Almeida"




Projeto: Meu Patrono Visto Por Mim
Patrono: Cora Coralina
Acadêmico: Antonio C Almeida
Cadeira: 21

Cora Coralina foi uma poetisa que construiu o seu trabalho sem muitas pretensões, mas que em determinado momento começou a ter uma grande expressão perante a sociedade, o que a obrigou a mostrar o seu trabalho e em consequência ser premiada e colocada entre os celebres poetas do Brasil.

Breve relato:

Cora Coralina, pseudônimo de Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, (Cidade de Goiás, 20 de agosto de 1889 - Goiânia, 10 de abril de 1985) foi uma poetisa e contista brasileira. Considerada uma das mais importantes escritoras brasileiras, ela teve seu primeiro livro publicado em junho de 1965 (Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais), quando já tinha quase 76 anos de idade. 
Mulher simples, doceira de profissão, tendo vivido longe dos grandes centros urbanos, alheia a modismos literários, produziu uma obra poética rica em motivos do cotidiano do interior brasileiro, em particular dos becos e ruas históricas de Goiás.

Poesia Preferida:

DAS PEDRAS

Ajuntei todas as pedras
Que vieram sobre mim
Levantei uma escada alta
E no alto subi.
Teci um tapete floreado
E no sonho me perdi
Uma estrada,
Um leito,
Uma casa,
Um companheiro,
Tudo de pedra.
Entre pedras
E plantando flores
Entre pedras que me esmagavam
Levantei a pedra rude dos meus versos.

CORA CORALINA

In Meu Livro de Cordel, 1998

Observação final:

O poeta é influenciado pelas histórias da construção de sua vida, o que o torna pessoa única a poder produzir suas letras. Cora teve uma vida dura de muitas adversidades e pôde transmitir estas experiências para aqueles que mantém no peito a vontade de um mundo, uma vida melhor.

Antonio C Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário