Homenagens e Cartões

Total de visualizações de página

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Patrono: Dante Alighieri Acadêmica: Simone Medeiros Cadeira: 25 MEU PATRONO VISTO POR MIM


Nada mais prazeroso
Falar de um poeta majestoso
Meu patrono, meu Eu inspirador
Agradeço-o aos céus, este laço d' amor

Patrono eu o vejo, homem digno
Por muitos no passado, foi indigno
Mas por séculos tentam hoje corrigir
Retirar-lhes os espinhos e fazer florir

Por entre sua história flores perfumar
Dante Alighieri, poeta nascido para lutar
Contra as corrupções políticas florentinas
Foi presa fácil diante das línguas felinas

Traições, calúnias e difamações
Foi papel importante na vida das gerações
Separou-lhes os filhos, mulher e coração
Se viu Dante, sozinho distante da razão

Exilado e sofrendo a angústia de viver só
Vendo a cada dia seus ideais virarem pó...
Dante foi do inferno ao paraíso, c' seus ais
Recebendo dos céus, amparos celestiais...

Na escrita, deixou-nos u' legado de canções
Divina Comédia, palco de suas sensações
Nalgumas rimas poéticas, foi um tanto feliz
Quando escreveu por amor em versos à Beatriz

Amor como o de sua Beatriz, Dante o aqueceu
Por amor à sua musa, inspirada pena escreveu
Lindos sonhos, versos de amor seu coração leu
Triste sina, pobre musa à morte não sobreviveu...

Tantos e tantos sonetos sua pena c' amor chorou
Mas foi Dante feliz c' o que a vida pela dor te deu
E foi por estes versos q' meu ego por ele sintonizou
Eu o sentira vivo dizendo-me o q' de fato ocorreu...

Simone Medeiros
13/07/2016
Ilustração: Google



Nenhum comentário:

Postar um comentário