Total de visualizações de página

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Apogeu Poético Festivo 
18 de fevereiro - Aniversário do Poeta Antonio Aleixo
Patrono da AVL

Patrono - Manuel Bandeira
acadêmica - Edi Almeida
cadeira - 11


Quadras
António Aleixo

Quadras

Sou humilde, sou modesto;
mas, entre gente ilustrada,
talvez me digam que não presto,
porque não presto p`ra nada.

Forçam-me mesmo velhote,
de vez em quando a beijar
a mão que brande o chicote
que tanto me faz penar.

Por de Deus ter recebido
tantas provas de bondade,
já lhe tenho até pedido
a morte por caridade.

Porque o mundo me empurrou,
caí na lama, e então
tomei-lhe a cor mas não sou 
a lama que muitos são.

Eu não tenho vistas largas,
nem grande sabedoria,
mas dão-me as horas amargas
lições de filosofia.

António Aleixo, (Este livro que vos deixo)



 

Um comentário: