Total de visualizações de página

quinta-feira, 9 de março de 2017



APOGEU POÉTICO FESTIVO

Patrono: Castro Alves 
Acadêmico: Paula Monteiro
Cadeira: 34


Em comemoração ao II ANIVERSÁRIO da
(AVL) : Academia virtual de Letras

Minha'Alma De POETA

Meu caminho é feito de flores 
e de espinhos 
De borboletas nos olhos e
jardins de saudades 
De colibris ,de laços ,de amores 
e girassóis 
De incertezas e correntezas
De escolhas e suavidades
De virtudes e inquietudes .

Meu caminho é feito 
de quimeras e de esperas 
de encanto e de encontro
de lucidez e de fantasias ...

Sou um mar que 
dilata 
aquieta e 
repousa num tom maior 
a cada segundo
Meu pouso pleno é quando
viajo em meu profundo
E viro 
Res(piro)
uma constelação de arco íris 
Que nas entre(linhas) da poesia
Desenha sua própria melodia 
com a alma nua .

E nesse céu infindo que já
não me cabe 
Visto-me 
de cores 
de ventos 
de silêncios 
de repousos e 
Ouso 
Ahh.... Ouso 
num canto manso 
num pouso sereno no vento 
Onde minha prece é 
tocar na Paz !

Já não temo mais os vendavais 
ou qualquer corredor alheio que 
não me apraz .
Porque sei ser vastidão 
Bordar minhas asas com sapiência 
e minha sabedoria aflorar 
Minha maestria é poder sempre...
Ahh... Sempre poder sonhar !

- Paula Monteiro 


Todos os Direitos Reservados a Autoria





Dai-nos asas e chãos
borboletas e burburinhos 
canções e desatinos 
amores e ilusões 
silêncios e barulhos 
direção e contramão
flores e espinhos ...
Que alma de poeta só pulsa 
e faz sentido...
Quando grandes emoções 
bailam 
cantam e 
vibram êxtases no
caminho.


- Paula Monteiro🌹🌹


A imagem pode conter: 1 pessoa, chapéu e close-up

Nenhum comentário:

Postar um comentário