Total de visualizações de página

quarta-feira, 27 de julho de 2016

MEU PATRONO VISTO POR MIM Patrono : Francisco Sotero dos Reis. Acadêmico : Natinho Costa Fênix. Cadeira : 14


Queridos confrades, queridas confreiras: Bom dia. Hoje nós vamos conversar um pouco sobre Francisco Sotero dos Reis. Bem, falar sobre essa ilustre personalidade, é falar também da nossa língua portuguesa, pois foi ele um dos primeiros estudiosos de nossa Gramática, nos anos oitocentistas. Francisco Sotero dos Reis, foi um daqueles grandes nomes de nossa Literatura, mas que nunca saiu de sua terra, a cidade de São Luís do Maranhão. Figura de destaque do magistério do Maranhão, foi professor de Latim do Liceu Maranhense, um grande referencial da educação na época. Se para o estudante era um prestígio, imagina ser lente de uma entidade tão bem conceituada. Mas Francisco Sotero dos Reis, também foi jornalista, poeta, estudioso das literaturas portuguesa e maranhense. Seu nome figura entre vários estilos de época ou periodização, pois sua escrita ora se mostra de uma tendência para o Arcadismo, ora para o Romantismo, e ora para o Neo - Romantismo. Francisco Sotero dos Reis pertenceu ao famoso grupo maranhense, juntamente aos poetas e escritores Gentil Homem de Almeida Braga, Gonçalves Dias, Joaquim Serra, Sousandrade, Odorico Mendes, Antônio Henriques Leal e outros. Em São Luís, seu nome figura numa praça e numa escola, e para encontrar obras desse autor hoje, é bem difícil, pois se tornaram raríssimas. Somente a título de curiosidade, é interessante frisar que ele é primo, por parte materna, da primeira romancista do Brasil, a também poetisa Maria Firmina dos Reis, autora do primeiro romance afro, intitulado Úrsula. Queridos, espero ter passado o meu recado. Saudações literárias, saúde e paz. Observações: em outras postagens, eu já falei sobre a sua biografia. Abraços.



Nenhum comentário:

Postar um comentário