Total de visualizações de página

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Patrono: Augusto dos Anjos Acadêmico: Antonio montes Cadeira: 16 EVENTO : MEU PATRONO VISTO POR MIM


CANOA SOBRE O CAOS

Colhesse flores em meio à escuridão
plantou jardins sobre escombros
e transformou lixo em indagação.

Deu vida as lagrimas corrompidas
... Assas as dores das despedidas
e se encheu de viver com o fim da vida.

Atirou dardos pontiagudos na paixão
voou com coisas que arrasavam as asas
e cravou fecha ao mais tenro coração.

Quantos desdéns aos desenganos!
Que só o mestre soube falar
para todo sempre: Augusto dos Anjos
achou no caos, um mar, para navegar.

Antonio Montes 15/07/16

Nenhum comentário:

Postar um comentário