Homenagens e Cartões

Total de visualizações de página

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Patrono: Manuel Maria Barbosa du Bocage Académica: Maria João Brito de Sousa Cadeira: 06


A MASCARADA

Quis vestir-me de Gata Borralheira!
(prenunciava, o nome, o meu futuro...)
Pus uns sapatos do cristal mais puro,
Transformei num palácio uma lareira...

P`ra dar veracidade à brincadeira,
Vesti o meu vestido verde-escuro
E, não fora o sapato ser tão duro,
Duraria o "reinado" a tarde inteira,

Mas... fende-se o botim, quebra o cristal,
Fica o pezito em sangue e dói-me tanto...
(a criada, no auge da aflição,

tentando reparar tão grande mal,
consegue-me acordar do estranho encanto
porque, em vez de acudir-me... varre o chão!)

Maria João Brito de Sousa - 29.01.2008 -16.47h



Nenhum comentário:

Postar um comentário