Total de visualizações de página

domingo, 16 de outubro de 2016

MEU PATRONO VISTO POR MIM – ANDREIIHYA MARHYÁ

Patrono :Jorge de Lima
Acadêmica :Andreiihya Marhyá
Cadeira :30
Evento : Meu Patrono Visto Por Mim

Jorge Mateus de Lima,foi um poeta brasileiro,de União dos Palmares,Alagoas,nasceu em 23 de abril de 1895,atuou como pintor,tradutor,escritor,poeta,médico,e deputado federal entre os anos 1918 e 1922.Fez parte do segundo tempo do modernista.É um autor de uma vasta obra poética,que oscila entre o formalismo,o misticismo,as recordações de infância e a figura do negro.Estudou no Colégio Diocesano de Alagoas,com apenas 17 anos,escreveu o poema"Acendedor de Lampiões",
Estudou Medicina no Rio de Janeiro,em 1914,publicou"XIV",Versos Alexandrinos,que foi sua estreia no mundo literário em 1919,retornou a Maceió,onde exerceu a profissão e dedicou-se á política.Iniciou-se no Movimento Pernasiano,e,no final da década de 20,acercou-se de técnicas do Modernismo.Reuni-se as várias fases ,a epopeia Barroco-Surrealista.

OBRAS DE JORGE DE LIMA:
XIV ALEXANDRIOS,poesia 1914
O MUNDO DO MENINO IMPOSSÍVEL,
POESIA,1925
POEMAS 1926
NOVOS POEMAS,1927
SALOMÃO E AS MULHERES,ROMANCE 1927,
POEMAS ESCOLHIDOS,1932
O ANJO,ROMANCE 1934
CALUNGA,ROMANCE 1935
TEMPO E ETERNIDADE (Com a colaboração de MURILO MENDES)
A TÚNICA INCONSÚTIL,Poesia
1938
POEMAS NEGROS,1947
LIVRO DE SONETOS,1949
GUERRA DENTRO DO BECO,Romance 1950
A FILHA DA MÃE D'AGUA,Teatro
AS MÃOS,Teatro
OBRA POÉTICA 1950
INVENÇÃO DE ORFEU 1952

Em 1920 publicou varios livros de poemas entre os quais "ESSA NEGRA FULÔ"
Em 1935 foi eleito vereador,ocupando depois a presidência da Câmera dos Vereadores.Converteu-se ao Catolicismo e muitos dos seus poemas passaram a refletir sua religiosidade.Recebeu em 1940 O GRANDE PRÊMIO DE POESIA,CONCEDIDO PELA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS.Certa vez entrevistado para um jornal em 1952,Jorge de Lima,se definiu como uma singeleza:"Tenho um metro e 68 de altura ,59 quilos e meio e uso óculos,sou meio careca e meio surdo,Sou católico praticamente e meu santo é São Jorge,visto sempre cinza e acordo ás quatro da manhã com os galos e a aurora(...)Minha leitura preferida é poesia(...)Sou casado ,tenho dois filhos,e quatro netos,gosto de pintar,esculpir e compor.
Meses antes de morrer vítima de um câncer,"GRAVOU POEMAS PARA O ARQUIVO DA PALAVRA FALADA DA BIBLIOTECA DO CONGRESSO DE WASHINGTON,NOS ESTADOS UNIDOS.
Sua morte ocorreu em 15 de novembro de 1953,aos 60 anos de idade,no Rio de Janeiro.



Nenhum comentário:

Postar um comentário